Informações importantes a respeito do Chihuahua

O surgimento do lindo Chihuahua na História

Existe demasiada controvérsia no que tange à origem da raça Chihuahua. A teoria mais adotada é que a espécie seja procedente do Techichi, um cão bastante pequeno que habitava com os Toltecas, sociedade precedente aos Astecas mexicanos, entre os anos 900 e 1000. Consoante tratados arqueológicos, o Techichi estava em muitas imagens nas pedras dos templos nesta localidade. Esses animais possivelmente foram imortalizados pela civilização asteca, sendo reputados como imaculados por serem os “guias” das almas pelas “trevas”.
Conforme alguns estudiosos, a proveniência dos Chihuahua possivelmente seria de uma época ainda mais remota, em terras orientais, de acordo com uma prática das civilizações orientais, sendo essa raça levada à América pelos navios que realizavam comércio com os asiáticos.
A única concordância é relativo à denominação da raça: Chihuahua é a intitulação de um dos estados mexicanos onde esses pequenos espécimes eram comercializados por intermédio dos rurais aos viajantes. Já em meados do século XIX eram muito famosos nas regiões de fronteira entre México e Estados Unidos, de maneira que o primeiro exemplar admitido no AKC – American Kennel Club é datado no ano de 1904.

Atributos da Raça Chihuahua

O Chihuahua é um animal de orelhas grandes, até mesmo enormes para o tamanho do seu corpo, que é concentrado, mais longo do que alto. Seu rabo é curvado ao redor do seu lombo. Podemos achar o Chihuahua em muitas colorações: pardo, prata, areia e o amarelo claro. Além do mais, somos capazes também de encontrá-lo nas colorações malhada ou uniforme, e seu pelo pode ser reduzido ou longo, tal como ondulado.
As cadelas Chihuahua inclinam-se a ser demasiadamente peludas e bastante maiores, à medida que, de modo geral, a pelagem desta espécie é lisa e muito maleável. Os admiradores dos Chihuahuas apreciam eles com um pelo ligeiramente surpreendente, quer dizer, quanto mais excêntrico, ideal. Esse espécime permite os mais diversificados padrões de pigmentações. Independentemente dessas opiniões, a coloração mais comum é o rubi fosco.
Graças ao porte físico, é preciso ter atenção com um Chihuahua no interior de casa em razão de serem pequeninos e delicados, principalmente no momento em que são recém-nascidos. Possuem de quinze a vinte centímetros, seja para o cão ou para a fêmea. Apesar do seu tamanho, é muito similar a um Dobermann e ainda com um Aidi, que conseguem pesar até 40 vezes mais do que ele.

O gênio da raça Chihuahua

O descarado Chihuahua conseguiu sua posição como espécime toy predileto devido à sua intensa afeição a só um indivíduo. É capaz de conviver em harmonia com outros animais, embora com indivíduos desconhecidos ele não se dá muito bem. Determinados cachorros pretendem ser defensores, embora não são bem eficazes nisto. O seu comportamento varia: alguns espécimes serão bem descarados, outros mais retraídos. Costuma ser emotivo.
É um cachorro ligeiro, atento, munido de grande agilidade, cheio de motivação e valentia. Como cão de guarda, o Chihuahua acha-se constantemente alerta. Destemido, o cão da espécie Chihuahua pode defrontar a cachorros mais encorpados. Ama seu proprietário, mas não é muito tolerante com qualquer um que não esteja em seu relacionamento cotidiano. Late furiosamente, dando o alarme ante o menor movimento suspeito.
Caso você deseje possuir um cão dócil, preste muita atenção nessa orientação: você precisa ser o padrão. Essa espécie espelha-se bastante em seu dono. Não é um cão particularmente condescendente com crianças bem pequenas e é capaz de atacar se atiçado, então é mais aconselhado para proprietários maduros, ou para pessoas que possuam crianças mais velhas, que saibam entender-se com o comportamento exaltado e impaciente do Chihuahua.

A Superioridade da raça Chihuahua

Esse espécime é muito obediente e versátil, sem mencionar a sua inteligência grandiosa. Por causa de seu minúsculo porte, ele consegue manter-se satisfatoriamente em casas, edifícios e pequeninas moradias.
Devido à sua resistência, ele não é fácil de ser adestrado, mas esta atividade não é nada impossível. Eles respondem satisfatoriamente à repetição positiva e podem, na grande maioria das ocasiões, ser amestrados por qualquer tipo de tática. Quanto mais cedo você sociabilizá-los com outros cachorros e gente estranha, mais calma irá ser a habituação desses cães.
Tudo que o Chihuahua é capaz de fazer para se exercitar, que nem correr ou distrair-se, graças ao seu comprimento, é capaz de ser feito no interior de sua residência. Não existe necessidade de espaços enormes para se ter um Chihuahua. Ainda assim, eles adoram, como as demais espécies, de empreender caminhadas diárias pela rua com seus proprietários.

Problemas comuns do Chihuahua

Você deve estar sempre alerta a nutrição de seus cachorros, porque os Chihuahuas têm necessidade de vários cuidados, especialmente pela razão deles serem onívoros. Ao passo que, é crucial não dar comida em excesso esta raça pequena. Não dê ao seu Chihuahua açucares e alimentos que contenham chocolate, esses alimentos são capazes de ser prejudiciais para seus órgãos digestivos, suscitando distúrbios de diabetes, obesidade e ainda mesmo levando alguns cães ao óbito em circunstâncias mais graves.
Se o seu cachorro for obeso, ele pode apresentar diabetes, sua existência irá encurtar e naturalmente eles terão complicações com seus ligamentos.
Ao obter um Chihuahua, confira seu estado de saúde antes de concluir a aquisição, porque, algumas vezes, eles podem estar subnutridos ou muito enfraquecidos. Os cães excessivamente pequenos dessa espécie, os mais amados pelos indivíduos, costumam ser mais frágeis que os outros animais de estimação. É importante, para se ter um cão saudável, sempre o alimentar com sua ração somente, que tem que ser apropriada para seu porte e suas carências.
Esta raça, porém, é bastante assustada, possessiva e, em certas ocasiões, bem agressiva.

Cuidados da Raça Chihuahua

O Chihuahua é um cachorro animado, entretanto que pode exercitar-se disparando no interior do lar. Gosta de percorrer o jardim ou exercer pequenos passeios com coleira e ama acompanhar os familiares em exercícios ao ar livre. O Chihuahua não é um cão para manter-se do lado externo. Ele odeia o frio e procura calor. Os cuidados com o pelo são pequenos. Penteie-o de duas a três vezes a cada semana.
Um Chihuahua requer muita atenção. Caso você se afaste por muito tempo, ele pode ficar bastante infeliz até que você regresse, porque eles se apegam com muita ímpeto.
Utilize um peitoral ao invés de uma guia, com o intuito de proteger a garganta de seu espécime sempre que ele caminha. Sem falar que esse peitoral protegerá o Chihuahua de um Colapso na traquéia.
Dê alimento a ele com ração com muita carne. Para uma alimentação mais eficiente, assegure-se que o alimento tenha, ao menos, trinta por cento de proteína e 20% de gordura. Fibras devem ser quatro por cento ou menos.

Os Filhotes do Chihuahua

Ainda que os filhotes sejam bem pequenos, existe muita energia de sobra para eles. Ainda assim, carecem de ser tomados cuidados excepcionais a fim de que nos primeiros meses de vida ele não seja vítima de tombos que sejam capazes de lesionar seus ossos ainda em desenvolvimento.
Filhotes de Chihuahuas não são aconselhados para viver com a criançada. Embora, caso escolha por adquirir um, redobre as suas atenções e jamais deixe uma criança sozinha com um Chihuahua.
Mas os filhotes sempre lidam bem com outros espécimes, também distraindo-se e correndo ao lado deles. Mas, ainda que brincando, algum imprevisto pode acontecer, nesse caso certifique-se de que o seu espécime tenha um comprimento e porte similar com seus “amiguinhos”. Banhos apenas carecem de ser oferecidos logo após a última porção de vacinação, aos 4 ou 5 meses.
Confira a origem do seu cachorro sempre, para que você não se arrependa futuramente. A proveniência é bem importante, pois, se os genitores são sadios, certamente seus filhotinhos também irão sê-lo, porque existe o perigo das doenças serem de genes.

Curiosidades acerca do Chihuahua

– O Chihuahua resiste mais tempo do que a grande parte das raças – A perspectiva de vida é capaz de diversificar muito entre as inúmeras raças de cachorro. Uma teoria para isto se refere ao seu porte: um cão bastante grande, como o Dog Alemão, vive bem pouco, já esse cachorro, que é bem pequeno, é capaz de resistir até os 20 anos. Essa espécie não possui enormes distúrbios de saúde. A grandessíssima atriz dos Estados Unidos, Marilyn Monroe, amava essa raça. Ela possuía muitos cães de estimação: .

Deixe uma resposta